g2h

level

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

laser sem corte retira tatuagem

Técnica é eficaz, mas exige até oito aplicações

Algumas tecnologias mostram que vieram para ficar. É o caso do laser, um equipamento capaz de remover até marcas eternas, como as tatuagens. Antes, era necessário tirar a pele de outro lugar para colocar sobre a área tatuada. Hoje, o laser realiza a cobertura sem cortes.

A dermatologista Silvana Andrade explica que o tipo de laser usado para remover tatuagens depende fundamentalmente das cores dos pigmentos da tattoo (amarelo e verde são as cores mais difíceis de se remover; azul e preto são as mais fáceis). Os três tipos de laser desenvolvidos para a remoção de tatuagens usam uma técnica conhecida como Q-switching, que se refere aos pulsos breves e de alta energia do laser.

O tratamento é eficaz, mas longo. Segundo o dermatologista Alessandro Amorim, são necessárias até oito sessões para remover uma tatuagem colorida. Arrepender-se custa caro. Cada aplicação sai por aproximadamente R$ 1 mil. Ele também alerta para não comprar gato por lebre.



– A luz intensa pulsada é uma excelente ferramenta para tratar manchas. Só que tem baixa eficácia quando o assunto é remoção de tatuagens – enfatiza o médico.

Os equipamentos de laser podem trazer complicações na remoção de tatuagem?
Sim. Em alguns casos podem ocorrer distúrbios de pigmentação, provocando manchas claras ou escuras no local. Se a mancha persistir por mais de um ano, ela será permanente. Em pessoas de pele escura podem aparecer queloides.


O paciente deve tomar algum cuidado entre as sessões?
Durante o tratamento, a pessoa não deve expor a área tratada ao sol, pois o laser provoca uma espécie de queimadura na pele, deixando-a mais sensível. Em alguns casos, é necessário o uso de pomadas cicatrizantes.


Qual tipo de tatuagem é mais fácil de remover?
As que têm apenas traçado. Os desenhos coloridos são mais difíceis. Como o pigmento preto absorve todos os comprimentos de ondas do laser, é a cor mais fácil de remover. Outras cores, como o verde, absorvem seletivamente a luz do laser e precisam de laser específico.

Fontes: Alessandro Amorim, dermatologista, e Silvana Andrade, dermatologista e especialista em tratamentos a laser


fonte: http://www.tatuando.com/Tattoo/Dicas/laser

Um comentário:

Postagens populares

Google+ Followers